quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Capítulo 5 - Perguntas



Fomos jogados na mesma cela. Tinha um guarda na porta e ele tinha a chave do cadeado que nos mantinha lá. Mas eu sou capaz de quebrar esse cadeado com as minhas próprias mãos facilmente.

"Ei, você! Qual é o seu nome?" Perguntei.

O guarda lançou-me um olhar cheio de suspeita.

"Meu nome é Kyrie."

"Kyrie, por que vocês, ninjas do som, estão aqui? O Orochimaru morreu. Vocês são livres agora."

"Isso não tem nada a ver com liberdade. Você é só um garoto, não entenderia."

"Um monte de idiotas num lugar onde foram obrigados a ficar, que podem ir embora, e não vão. Não entendo mesmo!"

"Nós não fomos obrigados a nada! O Orochimaru-sama salvou a gente. Você não sabe o que é viver como se não houvesse uma razão para existir. E o Orochimaru-sama deu isso para nós. Não vamos permitir que o seu sonho de criar uma nova aldeia ninja morra. Eu sou um ninja do som!"

Ele está errado. Eu sei o que é viver achando que não tinha uma razão para existir. Mas eu sinto que ele falou a verdade. Parece que só querem preservar a aldeia do Som. Ele ficou em silêncio e eu soube que ele não ia dizer mais nada.

A Hinata estava sentada num canto afastado da cela, no mais completo silêncio. Sentei do seu lado, e falei:

"Eu acho que aquele cara falou a verdade. O que você acha?"

"Eu...também acho, Naruto-kun."

Apesar de toda a timidez, a Hinata é uma garota legal. Ela é exatamente o inverso de mim! Dizem que os opostos se atraem. Será que isso quer dizer alguma coisa?

"Hinata, por que você gosta de mim?"

A Hinata ficou vermelha até a última raiz de seu cabelo. Será que eu disse alguma coisa errada?

"Não...sei. Você sempre foi...persistente, determinado, e sempre acreditou em si mesmo. Você é uma pessoa boa. E, eu queria ser um pouco...como...você." respondeu, sem me encarar.

Olhei para ela com um olhar meio tímido. Com certeza eu adoraria ouvi-la falar essas coisas de mim para sempre. Eu só...sinto-me muito melhor e mais forte quando estou perto dela.

Nessa mesma noite, fugimos daquela prisão e investigamos aquela fortaleza, mas não encontramos nada. A única informação que conseguimos, era que os ninjas do Som queriam dar continuidade ao sonho do Orochimaru. Então resolvemos ir embora. Sem que eles percebessem que tínhamos saído da cela, abandonamos aquela fortaleza, uma vez constatado que não estavam ligados a Akatsuki.

Quando eu estava saindo, lembrei-me de algo que o Kakashi-sensei me disse. “Se a pista for obvia demais, não a pegue.”. Hum...isso deve significar algo. Ah, melhor deixar para lá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler!

Seja educado
Deixe seu link para que eu possa visitá-lo
Sinta-se livre para compartilhar as postagens, mas dê os devidos créditos

Até a próxima!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 renata massa